A História de Rute

Pelo Rabino Edelman

Ola pais e crianças do mundo inteiro! Clique no ícone de áudio acima para ouvir a maravilhosa história de Rute. É importante que você ouça a história inteira juntos, para se preparar para Geração Sinai na sua escola. Se você preferir ler a história ou se sua língua materna não for o inglês, desça para a versão texto.

O Tanach hebraico tem 24 livros sagrados escritos pelos profetas. Cinco dos livros mais conhecidos são os cinco livros de Moisés, o Chumash. Mas há outros 19 livros. Há um outro famoso, aquele que lemos em Purim na sinagoga – a megillah. Há cinco megillot no Tanach. A que lemos em Purim é apenas uma delas, chamado Megillat Ester. Esta é a história de Megillat Rute. Esta é a que lemos na sinagoga em Shavuot. Esta Megillah foi escrita bem antes da Megillat Ester pelo sagrado Profeta Shmuel Hanavi. Você poderia perguntar: O que é um profeta? Um profeta é alguém, homem ou mulher, judeu ou gentio, com quem Hashem fala. O último profeta morreu há mais de 2000 anos atrás, quando a geração estava em um nível muito mais elevado deretidão. Naqueles tempos, era fácil se sentir perto de Hashem e ter um sentimento de querer fazer suas mitzvot durante todo o dia. Shmuel Hanavi escreveu a Megillat Rute, assim todos saberiam de que família importante o famoso Rei Davi veio. Depois de ouvir essa história, você vai ter muito mais respeito pelo sagrado Rei Davi.

A história começa na Terra de Israel. O líder dos judeus é um juiz com o nome de Boaz. Boaz é o 13º líder dos judeus desde Moshe Rabbeinu. Boaz vinha do mais forte das 12 tribos, a tribo de Judá. Boaz tinha um tio rico, Elimelech, que era um cidadão muito importante da famosa cidade de Beit Lechem, que alguns de vocês devem conhecer como Belém.

Então, Boaz é o juiz, Elimelech é o tio rico dele e Belém é a cidade de Judá de onde todos eles vieram. Não houve chuva por um ano e ascolheitas secaram e morreram. A comida era escassa e cara. A fome veio para a terra e as pessoas pobres foram as primeiras a passar fome. Então, eles imploraram as pessoas ricas por alimentação e por dinheiro. O rico Elimelech não gostava dos mendigos. Elimelech fez algo muito errado, por não querer ajudá-los. E o que é pior? Elimelech empacotou as coisas dele e se mudou com a esposa e os dois filhos para fora de Israel. Elimelech levou com ele a riqueza, toda a sua riqueza. Ele levou uma grande quantidade de gado e camelos. Elimelech mudou-se para um país vizinho cheio de adoradores de ídolos horríveis. Ele se mudou para Moabe. As pessoas lá nem sequer acreditam em Hashem! Eles estavam indo para ficar em Moabe até que a fome acabasse em Israel. Em Moabe, a família de Elimeleque estava feliz até que, de repente, Elimelech morreu. Oh. Hashem puniu Elimelch por não cuidar o suficiente dos seus companheiros judeus e os ajudar. Agora, sua esposa Naomi ficou sozinha com Machlon e Kilyon, seus dois filhos. Quando algo ruim como isto acontece com uma família, a família deve pensar. Hashem está nos enviando uma mensagem para nos nos corrigir. Machlon e Kilyon devem pensar: “O que estamos fazendo de errado? Vamos rapidamente voltar para Belém e ajudar nossos companheiros judeus esfomeados.” Mas ao invés disso, eles ficaram em Moabe. Eles agiram pior do que o pai deles. Machlon e Kilyon receberam um aviso de Hashem, e eles ainda ignoraram isto! Oh! Estes dias nós não entendemos exatamente por que coisas ruins acontecem conosco, mas nossos sábios entenderam a razão pela qual esta família foi punida.

Espere, agora que os filhos de Noemi vieram de uma família tão importante e rica, a família real de Moabe estava interessada em se casar com eles. Os filhos de Naomi, Machlon e Kilyon, não só permaneceram em Moabe como eles decidiram se casar com mulheres não-judias. Essas mulheres eram princesas moabitas, mas elas não eram judias. O nome de uma das princesas era Orpah e a outra era Rute. Naomi e seus filhos casados ​​viviam em Moabe por quase 10 anos. Durante esse tempo, Hashem enviou mais mensagens para Machlon e Kilyon. A riqueza de Machlon e Kilyon era de gado e camelos. Uau! Doença do camelo, ihhhh! Depois de alguns anos, todos os animais estavam mortos de doença. Mas Machlon e Kilyon ainda não retornaram. Hashem puniu Machlon e Kilyon, e eles também morreram.

Pobre Naomi! Sem marido! Sem filhos! Sozinha em um país estrangeiro. Hoje nós não entendemos por que coisas assim acontecem. Chazal, porém, poderia entender e por isso é que sabemos que este foi o motivo pelo qual eles foram punidos.
Naomi ouviu que finalmente havia alimento na sua terra. Naomi começou sua viagem de volta para Israel. Orfa e Rute foram seguindo ela. Naomi disse-lhes para voltar e retornarem para casa delas. Elas gritaram, dizendo: “Não!”, Mas Naomi insistiu com a Orfa. Então ela se virou. Rute nunca deixaria a pobre Naomi. Além disso, Rute viu o quão bonito Yiddishkeit era, e ela quiz se converter e viver com Naomi em Israel.

Rute disse a Noemi: “Onde quer que você vá, eu irei. Onde quer que você fique, eu irei ficar. Seu povo é o meu povo. O seu D’us é o meu D’us. Onde quer que você morra, eu morrerei. Eu irei manter todas as leis da Torá, eu não vou deixá-la.”Isso fez com que Naomi se sentisse realmente muito bem. Agora ela tem família, e talvez um dia Rute irá se casar novamente e ter filhos. Que bondade Rute estava fazendo para Naomi!

Enquanto isso, você se lembra de Boaz, o líder? Ele tinha oitenta anos de idade e sua esposa tinha acabado de morrer. Todo mundo estava em seu funeral, em Beit Lechem, quando Naomi e Rute entraram na cidade. Oh, as pessoas quase não reconheceram Naomi, uma vez que ela voltou parecendo tão pobre. Lembravam-se de quando ela era muito rica. E quem era essa estrangeira com ela? Uma mulher moabita! Provavelmente, uma adoradora de ídolos! Mesmo que Naomi tivesse perdido o marido e dois filhos, as pessoas estavam pensando, “Bem feito por ter abandonado o seu povo durante a fome!”.
Naomi estava pobre e tão envergonhada. Ela estava envergonhada demais para pedir ajuda.

A colheita de cevada estava começando. Uma vez que estáva madura e pronta, colhedores saiam para recolhê-las dos campos. Boaz tinha muitos campos. Havia muitas colhedores cortando cevada, além dos trabalhadores de Boaz. Existe uma regra na Torá que se um colhedor deixa cair um ou dois talos de grãos, ele não deve buscá-las. Ele deve deixá-los para as pessoas pobres. Isso é chamado de Leket. Ė uma das três maneiras que a Torá permite que as pessoas pobres possam coletar grãos. ( Os outros dois são paeh e shichechah ) Rute teve uma idéia: “Eu vou buscar comida apanhando Leket depois que os colhedores tiverem acabado.”Bem, de qual campo que você acha que Hashem arranjou para Rute coletar? Certo! Um dos de Boaz. Ora, havia muitas pessoas pobres, homens e mulheres, que também queriam pegar Leket após os colhedores. Alguns dos homens pobres foram rude e egoísta. As mulheres pobres não estavam agindo com a modéstia e a maioria das pessoas pobres não seguiam a regra da Torá: apenas um ou dois talos pertencia aos pobres. Mas a maioria das pessoas pobres levaria qualquer pilha de talos, mesmo 3 ou mais. Isso é roubo! Oh! Rute estava tão faminta quanto os outros pobres, mas a correta Rute não aprendeu com eles. Rute queria fazer o que era certo. Rute não roubava. Rute não empurrava. Rute manteve a lei de só pegar um ou dois talos. Rute foi modesta. Ela não brincava com os homens, ou se curvava diante de todos para pegar os talos do chão. Em vez disso, Rute sentava e em seguida, apanhava os talos. Ela não iria se curvar. As outras pessoas pobres estavam dizendo “Você viu aquela pobre moabite! Ela não vai conseguir nada, ela não sabe o que fazer! Você tem que pegar e ir rapidamente, caso contrário você irá perder!”Rute era sempre a última, e ela sempre estava trabalhando extremamente duro e por longo tempo, procurando em volta por caules caídos despercebidos. Mas isso não incomodava Rute, ela estava tão feliz por estar fazendo as mitzvot de Hashem. Crianças, há uma regra: você nunca pode perder por ser honesto e fazer o que é certo. Hashem estava ocupado organizando algo para Rute, melhor do que qualquer coisa que outros pobres poderiam receber.

Escute só…

Quando Boaz veio para ver como a colheita estava indo, ele notou essa mulher de aparência estranha agindo modestamente e agindo de forma sábia. Ele pensou: “Ohh, isso é a senhora que ajudou a minha tia Naomi, e a seguiu até aqui de Moabe. Uau, ela é correta. Boaz foi até Rute e disse: “Eu estou tão impressionado com a sua bondade com a minha tia Naomi e como você chegou a converter-se para ser judia. Eu pedi a todos os meus trabalhadores para serem mais agradáveis com você. Por favor, não deixe meus campos. “Boaz então convidou Rute para o almoço. A porção de comida dela era tão grande que ela não podia comer tudo, então Rute levou para casa à noite para Naomi. Rute surpreendeu Naomi com um monte de cevada que havia coletado. Naomi perguntou: “Quem foi tão bom para você hoje Rute ?” Rute respondeu: “Seu nome é Boaz”. Agora, Rute não sabia quem era esse Boaz. “Boaz ! Ah, Baruch Hashem, você conheceu o nosso parente! Boaz é nosso primo!” Rute disse, “Boaz disse-me que ele ordenou todos os seus trabalhadores a ser mais agradáveis comigo até o final da colheita da cevada e até ao final da próxima colheita de trigo. Dá pra acreditar!” Agora crianças, o trigo amadurece nos campos, algumas semanas depois a cevada amadurece; assim ela tem bastante tempo para estar nos campos de Boaz. Crianças, vocês estão vendo como as coisas estão ficando para Rute? Espere um pouco, vai ficar muito melhor.

 

Você precisa saber uma outra regra na Torá. Quando um homem casado morre antes de ter filhos, há um mitzvah para alguém da família para se casar com sua esposa. Um parente deve continuar o casamento do homem falecido, de modo que a mulher possa ter filhos. Aquelas crianças serão consideradas um grande mérito e uma maneira de continuar a memória do homem que faleceu. Esta é uma grande bondade para o homem falecido. Quem,então, deve se casar com Rute? O marido dela morreu sem filhos.

 

Bem, o plano de Naomi é para Boaz casar-se com Rute. Um dia, Naomi disse a Rute: “Hoje à noite, Boaz vai trabalhar na fábrica de grãos. Vista-se bem e se desloque para a fábrica de grãos. Quando Boaz terminar de trabalhar, veja onde ele se deita para descansar. Então, vá para a Boaz e sugira-lhe que ele deveria se casar com você. Ele lhe dirá o que fazer. Rute fez isso. Ela esgueirou-se no meio da noite, para sugerir Boaz se casar com ela. Boaz ficou tão impressionado, ainda mais do que antes. Boaz disse a Rute: “Você é uma bênção. Você sabe que eu sou velho e você é jovem,” ( Rute tinha apenas 40 anos) “mas você quer que eu continue o casamento de seu falecido marid, em vez de você sair para se casar com um jovem da sua idade. Esta é uma bondade maior do que a última que você fez. Eu vou organizar para casar com você.”

 

Crianças, você devem saber que era muito arriscado para se casar com Rute. A Torá diz para os judeus: Não se case com um convertido de Moabe, e se casar, todas as crianças que nascerem serão desclassificadas do casamento também. Muitos judeus pensavam que a Torá quis dizer, não se case com qualquer convertido de Moabe, homem ou mulher. Isso incluiria Rute. As pessoas pensavam que nenhum homem judeu deveria casar-se com Rute. Mas Boaz conhecia a lei verdadeira. A Torá quer dizer apenas não se casar com um homem convertido de Moabe. Rute não é um convertido masculino! Rute não é uma moabita masculina! Então, não há problema em se casar com ela. Boaz foi publicar a verdadeira lei antes de se casar com Rute. Boaz era o líder dos judeus e ele fez todos saberem que não há problema em se casar com uma fêmea moabita. Boaz esperava que as pessoas aceitassem a lei, e ele seguiu em frente, assumiu o risco e se casou com Rute. Boaz se casou com Rute e Rute ficou grávida. As pessoas estavam tão felizes por Naomi. Ela tinha uma nora tão leal e agora ela se tornaria uma avó. Um menino nasceu. Eles o chamaram de Oved. Oved cresceu e teve um filho chamado Yishai. Você consegue adivinhar qual famoso rei era filho de Yishai ? Sim ! Rei Davi ! E o Mashiach que estamos esperando vem da família do rei Davi.

Você se lembra de Orfa,a irmã da Rute ? Orfa fez uma escolha ruim e coisas horríveis aconteceram com ela, e pessoas más vieram dela. Mas veja como Hashem recompensa de volta alguém como Rute, que escolhe bondade e justiça. O grande rei Davi e seu justo descendente Moshiach virá dela. E isso é o fim da história.